OS ESPETÁCULOS

COLCHA DE RETALHOS - 2011/2012


Foto: Marcio Meireles

Baseado em contos, o décimo espetáculo da Companhia surge como uma grande contação de histórias onde o jogo e o lúdico são evidenciados, trazendo à tona músicas, personagens e situações do imaginário infantil.Colcha de Retalhos estreou na X Bienal do Livro da Bahia, sendo apresentado para um público superior a 45.000 pessoas, em sua maioria estudantes que visitaram o espaço Ciranda de Livros. E de lá foi realizado, na temporada de janeiro de 2012 no Teatro Vila Velha, integrando a Mostra Vila Verão.
Em cena, três atores se revezam ao narrar as historias que são contadas a partir de sorteio junto às crianças da platéia, num cenário que se transforma e uma trilha sonora executada ao vivo. São elas:

 Edith e os peixes
Escrito por Eddy Veríssimo, conta a história de uma garota que perde seu relógio durante uma pescaria com seu pai e decide mergulhar no fundo do mar para encontrá-lo. Nessa aventura ela encontra uma série de peixes que a ajudam nesta busca.

 A princesa do cabelo de cogumelo 
O conto escrito por Israel Barretto, narra a história de amor entre uma princesa dos cabelos em formato de cogumelo com um destemido guerreiro careca, que para casar com ela precisa cumprir três provas: conquistar uma antena de uma formiga rainha gigante, capturar uma lágrima de um sapo cururu sorridente que vive na beira do rio e conseguir uma concha mágica escondida no mar.

 O menino que queria virar passarinho
Um menino que ao nascer perde sua tia e é criado por sua tia que o maltrata a ponto de torná-lo atração de seu circo mambembe. Preso numa gaiola o menino canta para atrair pássaros, até que é despertado para cumprir sua missão: enfrentar o deus o deus da terra seca e salvar a cidade. Esta é a história escrita e contada por Luiz Buranga.

Ficha Técnica
Texto
Eddy Veríssimo
Israel Barretto
Luiz Buranga
Direção
Luiz Antônio Jr.
Roquildes Junior
Adaptação
Luiz Antônio Jr.
Elenco
Eddy Veríssimo
Israel Barretto
Luiz Buranga
Direção musical e Músico (ao vivo)
Roquildes Junior
Músicas
A Outra Companhia de Teatro
Cenografia e Caracterização
Luiz Buranga
Iluminação
Luiz Antônio Jr.
Direção de produção
Luiz Antônio Jr.
Produção executiva
Eddy Veríssimo
Assistência de Produção
George Bispo
Assessoria de Comunicação
Luiz Antônio Jr.
Roquildes Junior
Realização
A Outra Companhia de Teatro / Teatro Vila Velha








REMENDO-REMENDÓ -2011





Nona montagem d'A Outra Companhia, Remendo Remendó se passa numa pequena cidade do interior quando o Prefeito Aprígio organiza um Festival de contadores de história. Ele reúne as melhores mentes da região como: Seus filhos, o intelectual Corisco e a extrovertida Pórcia, o sábio Senhor Firmino e o divertido Alexandre,que se desdobram contando suas melhores histórias.Entre "causos" e estórias é que se costura o espetáculo infanto-juvenil Remendo Remendó. Entre suas obras revisitadas estão os folhetos de cordel que contam um dos casos de João Grilo, e um dos contos
do livro "Alexandre e outras histórias", de Graciliano Ramos. A peça e escrita por Inácio D'eus e Cell Dantas, montada pela primeira vez em 2002, quando foi dirigida pelo próprio Inácio D'eus e Vinício de Oliveira e indicada ao Prêmio BRASKEM de Teatro na categoria Melhor Espetáculo Infanto-juvenil.



foto: João Millet Meirelles

FICHA TECNICA

Direção
Luiz Antônio Jr
Texto
Cell Dantas
Inácio Deus
Vinicio Oliveira Oliveira
Adaptação
A Outra Companhia de Teatro
Elenco
Eddy Veríssimo (Corisca)
Israel Barretto (Alexandre)
Luiz Buranga (Aprígio)
Manuela Santiago (Pórcia) 
Roquildes Jr (Sr. Firmino)
Substituição
Eddy Veríssimo (Pórcia)
Luiz Antônio Jr (Corisco)
Direção Musical
Roquildes Jr
Cenografia, Caracterização e Iluminação
Luiz Buranga
Adereços (burrinha e cabeça do boi)
Wellington Reis
Costureira
Bernadete de Oliveira Cruz
Coordenação de Produção
Luiz Antônio Jr
Produção Executiva
Eddy Veríssimo
Manuela Santiago
Assistência de Produção
Israel Barretto
Formação de Platéia
Eddy Veríssimo
Coordenação de Comunicação
Roquildes Jr
Administração
Luiz Buranga
Projeto Gráfico
Camilo Fróes
Luiz Antônio Jr
Fotografia
João Millet Meirelles







MAR ME QUER - 2010



Mar Me Quer é oitava montagem d’A Outra Companhia baseada na novela do moçambicano Mia Couto e do texto dramático construído a partir desta obra pela portuguesa Natália Luíza.
Valendo-se dessas duas obras homônimas para construir a dramaturgia e criar um universo repleto de imagens, sons, e, estórias de pescador, amor e tradição, o grupo apresenta uma encenação contemporânea valorizando o jogo cênico entre os atores, que manipulam o cenário, executam a composição sonora do ambiente, e corporificam a dramaturgia rica em imagens da obra lusófona.
Em cena, quatro atores se revezam nos personagens contando a história de Zeca, um homem que tenta fugir de seu passado e vive em diálogo com seu Avô, morto.
Apaixonado por uma mulher mais velha, Luarmina, ele necessita recorrer as suas memórias para conquistar sua amada e continuar vivo.

Fotos João Millet Meireles

 FICHA TÉCNICA

Texto / Inspiração 
Mia Couto
Direção / Dramaturgia 
Luiz Antônio Jr.
Adaptação 
A Outra Companhia de Teatro 
Assistência de direção
Israel Barretto
Hayaldo Copque
Elenco
Eddy Veríssimo 
Manuela Santiago
Luiz Buranga
Roquildes Júnior
Substituição
Israel Barretto
Consultaria de dramaturgia e
encenação 
Fernando Yamamoto  
Direção musical
Marco França
Assistência de direção musical
Diana Ramos
Roquildes Jr.
Músicas
Antônio Almeida e Oldemar Magalhães
(Marcha do remador   trecho)
Diana Ramos (Para o mar ou para a
guerra / Mar me quer)
Luiz Antônio Jr. (Balada Perpétua de
Zeca)
Mestre Baracho (Morena vem ver /
Meus cabelos brancos)
Preparação corporal
Fábio Vidal
Preparação vocal 
Diana Ramos
Cenografia
Lorena Torres Peixoto
Caracterização
Luiz Santana
Assistente de caracterização
Luiz Buranga
Costureira
Letícia Santos
Saraí Reis
Iluminação
AC Costa
Marcos Dedé
Operação de Luz
Luiz Antônio Jr.
Programação visual
Camilo Fróes
Coordenação de produção
Luiz Antônio Jr. 
Produção executiva 
Eddy Veríssimo
Formação de platéia
Eddy Veríssimo
Israel Barretto
Administração
Luiz Buranga
Controle Financeiro
Roquildes Junior
Assessoria de comunicação
Roquildes Junior
Realização
A Outra Companhia de Teatro / Teatro
Vila Velha




MORINGA -2009




Sétima montagem d’A Outra, Moringa conta a história da comunidade da Ladeira do Preá, que na véspera da tradicional lavagem do bairro os moradores descobrem que a água da fonte está contaminada. Buscando uma solução para o problema, a líder comunitária Celeste resolve juntar os moradores e junto com eles contar a história de Regina, uma garota que vive numa comunidade ribeirinha que, como os moradores da Ladeira do Preá, enfrenta o problema da escassez de água, só que nesse caso, devido à seca do rio. E como se não bastasse, o irmão de Regina está doente e precisa de uma planta para fazer o seu remédio. A garota então decide subir o leito do rio em busca da planta que pode salvar a vida de seu irmão e para tentar descobrir por que o rio secou. Nessa viagem em busca de respostas pelo leito do rio, a menina se depara com sabiás macacos que travam disputas de Hip Hop, peixes que cantam e dançam Reggae e formigas cantoras que também enfrentam problemas relacionados a falta.   

Foto: João Millet meirelles


FICHA TÉCNICA
Texto
Vinício de Oliveira
Elenco d'A Outra Companhia de teatro
Elenco
Eddy Veríssimo
Manuela Santiago
Jeferson Dantas
Luiz Antônio Jr
Rquildes Jr. 
Substituição
Erica Ribeiro
Direção
Vinício de Oliveira Oliveira
Direção Musical
Roquildes Jr
Trilha sonora
Roquildes Jr
Vinicio de Oliveira Oliveira
Luiz Antônio jr
Jeferson Dantas
Coreografia
Zebrinha
Assistência de Coreografia
Sivaldo Tavares
Cenário
Lorena Torres Peixoto
Figurino
Luiz Santana
Assistente de Figurino
Indaiá Oliveira
Iluminação
Rivaldo Rio
Coordenação de Produção
Luiz Antônio Jr.
Produção Executiva
Indaiá Oliveira


TRÊS HISTÓRIAS PARA LEMBRAR- 2008




A sexta montagem do grupo é baseada em três textos curtos de autores lusófonos: A Vala Comum do angolano José Mena Abrantes (mesmo de "O Contêiner"), O conto da ilha desconhecida do português José Saramago, e as poesias dos livros Festa e Funeral e O azul e o nada do poeta baiano Iderval Miranda. As três peças curtas são dirigidas por três jovens diretores e apresentadas numa mesma sessão.Cada peça dentro da peça teve seu próprio diretor. 
A Ilha, baseada em O conto da ilha desconhecida, dirigida pro Rita Carelli, se apóia num trabalho gestual e sonoro intenso e brinca com uma comicidade física para contar a história do homem que pediu um barco ao rei para ir à procura de uma ilha desconhecida. O texto é repleto de imagens e metáforas que são acentuadas pelo trabalho da direção, transpassando para a cena o universo lúdico e humorado.

Foto: João Millet Meirelles
Do azul e do nada é proposta Cênico-Musical dirigida por João Milet Meirelles, que trabalhou com músicas criadas a partir dos sons que o ambiente fornece utilizando como base dramática os aspectos cotidianos dos poemas minutos de Iderval Miranda.

Foto: João Millet Meirelles
A peça A Vala Comum dirigida por Luiz Antônio Jr, conta a história de uma mãe em busca do corpo do filho morto e jogado numa vala comum na guerra civil de angola. A peça utiliza elementos da história recente do Brasil para atualizar o texto escrito em 1989, inserindo num contexto urbano da Salvador contemporânea.



Foto: João Millet Meirelles

FICHA TÉCNICA
Coordenação Artística
Vinício de Oliveira Oliveira
Direção musical
João Meirelles
Músicos
Daniel Neto
Lu Barral
Wruahy Mc Milliam
Produção
Eddy Veríssimo
Indaiá Oliveira
Formação de platéia
Eddy Veríssimo
Rita Carelli
Estagiário
Thygo mandu
Coordenação de contra-regragem
Vitor Ferraz
Assessoria de Comunicação
Roquildes Jr.
Programação Visual
Camilo Fróes
Ilustrações
Rita Carelli
Fotos
João Meirelles
Realização
A Outra Companhia de Teatro/Teatro Vila Velha
A Vala Comum:
Textos
José Mena Abrantes
Direção, concepção e dramaturgia
Luiz Antônio Jr
Assistência de direção
Vitor Ferraz
Dramaturgia
João Meirelles
Luiz Antônio Jr
Rita Carelli
Cenário
Luiz Antônio Jr
Caracterização
Indaiá Oliveira
Luiz Antônio Jr
Direção Musical
João Meirelles
Roquildes Jr
Trilha sonora original
Israel Barretto
Jeferson Dantas
João Meirelles
Luiz Antônio Jr
Roquildes Jr
Elenco
Ana Paula Carneiro
Israel Barretto
Jeferson Dantas
Luiz Buranga
Manuela Santiago
Marcia Gil-Braz
Roquildes Jr
Saulos Castro
Sunny Mello
Vinício de Oliveira Oliveira
Do Azul e do Nada:
Inspirado na obra de Iderval Miranda
Direção cênica e musical, figurino e trilha sonora original
João Meirelles
Assistência de direção musical
Lu Barral
Elenco
Eddy Veríssimo
Indaiá Oliveira
Jeferson Dantas
Luiz Buranga
Manuela Santiago
Roquildes Jr
Vinício de Oliveira Oliveira
A Ilha:
Inspirado na obra de José Saramago " O conto da ilha desconhecida"
Direção, concepção de cenário e figurino
Rita Carelli
Trilha original
João Meirelles
Cenotecnia
Lorena Torres Peixoto
Elenco
Eddy Veríssimo
Camilo Fróes
Indaiá Oliveira
Inácio D'eus
Luiz Buranga
Manuela Santiago
Rquildes Jr
Vinício de Oliveira Oliveira
Contra-regragem
Ana Paula Carneiro
Israel Barretto
Jeferson Dantas
Márcia Gil-Braz
Saulos Castro
Sunny Melo
Vitor Ferraz
Assistência musical
Lu Barral






O PIQUE DOS ÍNDIOS OU A ESPINGARDA DE CARAMURU- 2008



A quinta montagem da companhia é baseada no texto da atriz e dramaturga baiana Haydil Linhares. A peça discute temas como a repressão, a exploração, a influência da mídia e a busca pela realização de seus sonhos, no universo contemporâneo.
O Pique dos Índios ou A Espingarda de Caramuru é o nome da pensão de Dona Henriqueta Severo Penteado por onde circulam vários tipos: um cabeleireiro, um gigolô, uma empregada doméstica, um estudante compulsivo, uma hippie, uma viúva, uma poetisa-musicista e tantos outros. A comédia traz fortes referências a década de 70 e do cenário dito “tropicalista” – expressão dos anseios de uma juventude que vivia um momento de troca de valores ao mesmo tempo em que estavam sob o olhar da ditadura.
Em cena, muitas músicas compostas especialmente para o espetáculo; cores e brilhos no cenário que retrata a sala da pensão adornada com mandalas e globos espelhados. No elenco, 12 atores executam performances e coreografias dando dinâmica e agilidade nas cenas e em suas transições, além contando com as participações de Chica Carelli, Armindo Bião e da autora do texto Haydil Linhares.

Foto: João Millet meirelles

FICHA TECNICA


Texto original
Haydil Linhares
Direção:
Vinício de Oliveira Oliveira
cenário
Lorena Torres Peixoto
Figurino e maquiagem
Luiz Santana
iluminação
Rivaldo Rio
coreografia
Jairson Bispo
Orientação de performance
Rita Carelli
Direção musical
João Milet Meirelles
Preparação e arranjo vocal
Marcelo Jardim
Técnica circense (Tecido)
Thiago Enoque
elenco
AC Costa
Amós Heber
Armindo Bião
Ava Soani
Camilo Fróes
Chica Carelli
Érica Ribeiro
Haydil Linhares
Indaiá Oliveira
Jéferson Dantas
Luiz Antônio Jr.
Manuela Santiago
Rita Carelli
Roquildes Júnior
Thaís Rissi
Design gráfico
Camilo Fróes
ilustração
Caroline Feitosa
Coordenação de produção
Luiz Antônio Jr.
Produção executiva
Eddy Veríssimo
Indaiá Oliveira
Assessoria de comunicação
Roquildes Junior
Realização
A Outra Companhia de Teatro
Baobá Produções Artísticas
 Teatro Vila Velha.






A SACANAGEM DA OUTRA- 2007



Quarto espetáculo da Companhia, "A Sacanagem da Outra" conta a história de João de Jesus de Deus que, aovoltar para sua casa após uma festa de Santo Antônio, percebe que está sem o Pênis. Desesperados, ele e sua esposa iniciam uma busca desenfreada que os leva - entre outros lugares - a mãe de santo, a um consultório médico e uma delegacia, trazendo à cena personagens sinistros e absurdos.Para contar essa história inusitada, a Outra Companhia mescla a linguagem dos quadrinhos, clichês a cerca do sexo e enredos do cotidianos para construir uma trama policial. o espetáculo foi construído a partir de improvisações dos próprios atores do grupo.
Em cena, personagens insólitos conduzem o homem sem pinto por cenários de uma cidade fantástica: um Médico e uma Enfermeira, que fazem experiências de reconstrução do pênis humano; Um homem que aparece e desaparece misterioamente, conduzindo João ao resgate do se "membro"; a viúva negra, que seduz  homens para roubar-lhes o pênis; falsos Agentes do Governo que perseguem João; e por fim, um Vendedor de artigos ilegais- pênis e vagina- que serve como narrador para esta verdadeira epopéia  






Foto: João Millet Meireles



FICHA TÉCNICA


Textos
 Improvisações – elenco d’A Outra Companhia de Teatro
Direção
 Vinício de Oliveira Oliveira
Dramaturgia
Vinício de Oliveira Oliveira e Camilo Fróes
Elenco
 Camilo Fróes (Agente e Durvalino)
 Frank Magalhães (Vendedor de artigos ilegais e Mãe de Santo)
 Geruza Doria (Neuzaline)
 Indaiá Oliveira (Enfermeira)
 Joedson Silva (Agente)
 Luiz Antônio Jr. (Médico)
 Luiz Buranga (João sem Pinto)
 Paulo Prazeres (Agente)
 Rubens Celestino (Delegado e Homem Misterioso)
 Stella Voutta (Viúva Negra)
Substituição
Eddy Veríssimo ( Mãe de Santo)
Geruza Doria (Enfermeira)
Israel Barretto ( Agente e Durvalino)
Jeferson Dantas  ( Agente e Durvalino)
Luiz Antônio Jr. (Delegado e Homem Misterioso)
Roquildes Jr. (Agente e Vendedor de artigos ilegais)
Erica Ribeiro (Enfermeira e amiga)
Luisa Bocca (Viúva Negra)
Cenário
 Lorena Torres Peixoto
Iluminação
 Rivaldo Rio
Direção Musica
 João Meirelles
Figurino
 Indaiá Oliveira e Renata Duarte
Costureiras
 Rosângela Gomes e Saraí Santos
Programação Visual
 Camilo Fróes
Ilustração
Rafael Borges
Equipe de Produção
 Isabela Silveira, Luiz Antônio Jr.
 Stella Voutta
Fotos
 João Meirelles




O CONTÊINER- 2006



A terceira montagem da Companhia foi fruto de uma longa pesquisa sobre o tema África contemporânea. O Contêiner conta a história de três africanos de diferentes países que tentam a todo custo chegar à Europa. Eles entram clandestinamente no porão de um cargueiro português e, ao fim da viagem, são descobertos e aprisionados dentro de um contêiner, no convés do navio. Do lado de fora do contêiner, diversas cenas - criadas pelo próprio elenco - mostram diferentes histórias de migrantes e fugitivos, em um tom mais leve e com muito humor.
Em cena, um contêiner náutico, totalmente fechado e suspenso no meio do palco, serve de cenário para os 09 atores e 03 músicos da companhia. Além disso, câmeras infra-vermelhas instaladas dentro do contêiner mostram para o público as cenas internas, através de televisores espalhados pelo palco.


Foto: João Millet Meireles

FICHA TÉCNICA


Textos
  O Contentor – José Mena Abrantes
textos de Improvisações
 elenco d’A Outra Companhia
Direção
 Vinício de Oliveira Oliveira
Dramaturgia
 Fábio Espírito Santo

Elenco
 Camilo Fróes (Atravessador, Vaca, Entrevistador, marinheiro 3, Silvio, Alucinado)
 Eddy Veríssimo (George)
Geruza Doria (Marinheiro 1, Neide, Vaca)
 Isabela Silveira (Peter)
 Joedson Silva (Emigrante 3, Capitão, Nhonho, Mediador, Alucinado)
 Luiz Buranga (Primo, Bomba, Vaca, Alfredo, Interrogador, Du)
 Luiz Antônio Jr. (John)
 Paulo Prazeres (Emigrante 1, Marinheiro 2, Jeremias, Isaak)
Thaís Alves (Moça, Emigrante 2, Alucinada, Porteiro, Abdala, Sirene)
Substituição
Erica Ribeiro (Marinheiro 1, Vaca, Abdala)
Jeferson Dantas (John)
Luiz Antônio Jr (Peter)
Sunny Melo (Moça, Marinheiro, Sirene)
Roquildes Jr (Entrevistador, Marinheiro, Bomba, Du, Alfredo, Vaca)
Thiago Enoque (Capitão, Porteiro, Isaak, Poema)
Dailton José (Vaca, Atravessador, Poema, Marinheiro,
Cenário
Lorena Torres Peixoto
Iluminação
 Rivaldo Rio
Direção Musical
 João Meirelles
Músicos
 Estevam Dantas
 Guilherme Gentil
 João Meirelles
Preparação Corporal
Jairson Bispo 
Marcelo Sousa Brito
Figurino e Maquiagem
 Luiz Santana

Assistente de Figurino
Indaiá Oliveira
Costureiras
Saraí Santos
 Eliana Negreiro
 Rosângela Gomes

Cabelos
 Déo Carvalho

 Programação Visual
Camilo Fróes

Ilustração
 Rômulo Pacheco

Sonorização
 Maurício Roque

Professores consultores
 Valdemir Zamparoni
 Luis Nicolau Parés

Consultores de segurança
 Carl von Hauenschild
TECON Salvador

Equipe de Produção
 Camilo Fróes
Isabela Silveira
 Luiz Antônio Jr.
 Thaís Alves 

Vinício de Oliveira Oliveira

Fotos
João Meirelles

Fábio Espírito Santo


DEBAIXO D'ÁGUA EM CIMA D'AREIA- 2005



Segunda produção do Grupo, Debaixo d'água em cima d'areia se passa numa pequena comunidade à beira-mar protegida por Mamãe, a rainha das águas,onde uma série de acontecimentos estranhos passam a ocorrer a partir do desaparecimento dos objetos sagrados do terreiro. Em meio a esses fatos extraordinários, a chegada de alguns forasteiros provoca grande rebuliço entre os habitantes da região. Exu, o mensageiro, vai ver de perto os caminhos da casa de Mamãe, e entre fazer e desfazer confusões guia a comunidade de volta à normalidade


Foto:Gina Leite

FICHA TÉCNICA

Texto 
A outra companhia de teatro
Compilação do Texto
Vinício de Oliveira Oliveira
Direção
Vinício de Oliveira Oliveira
Elenco
Camilo Fróes
Eddy Veríssimo
Geruza Dórea
Inácio deus
Indaiá oliveira
Luiz Buranga
Luiz antônio Jr.
Marcelo Souza Brito
Nildo Ferreira
Paulo Santana
Roquildes Jr.
Substituição
AC Costa
Camila Sarno
Dailton José
Jeferson Dantas
Manuela Santiago
Preparação Corporal
Jairson Bispo
Cenário
Lorena Torres Peixoto
Figurino
Diana Moreira
Iluminação 
Rivaldo Rio
Direção Musical
João Millet Meirelles
Músicos
Guilherme gentil
João Meirelles
Wruahy Macmilliam
Produção Visual
Camilo Fróes
Vinício Oliveira Oliveira
Assistência de Produção
Luiz Antônio Jr.
Assessoria de imprensa
Roquildes Jr
Realização
A Outra Companhia de Teatro
Teatro Vila Velha



ARLEQUIM SERVIDOR DE DOIS PATRÕES - 2004


Arlequim é um rapaz ao mesmo tempo atrapalhado e muito esperto. Ele ganha a vida prestando serviços pessoais a ricos cavalheiros e, para melhorar sua renda, resolve servir a dois patrões ao mesmo tempo, sem que um saiba do outro. O que ele não sabe é que Frederico, um de seus patrões, é na verdade a jovem Beatriz, que se passa por seu falecido irmão para administrar seus negócios. E para tornar tudo ainda mais intrincado, o seu outro patrão, Florindo, foi o responsável pela morte de Frederico e tem uma história de amos com Beatriz. No meio do serviço, entre intrigas e promessas de casamento desfeitas, as trapalhadas de Arlequim acabam, por promover o reencontro do casal.


Foto: João Millet Meirelles
FICHA TÉCNICA

Texto Original
Carlo Goldoni
Adaptação do Texto
Camilo Fróes
Vinício de Oliveira Oliveira
e elenco
Direção
Vinício de Oliveira Oliveira
Cenário
Lorena Torres Peixoto 
Franziska Bornkamm
Figurino original
Flávia Botelho
Wládia Góes
Figurino a partir de 2006
Luiz Santana
Iluminação
Rivaldo Rio
Maquiagem original
Beto Laplane
Maquiagem a partir de 2006
Luiz Santana
Orquestra Furi-Furi
(a formação variou diversas vezes dentro das temporadas entre os músicos abaixo)
Beto Bomfim
Estevam Dantas
Gui Alcântara *
Guilherme Gentil
João Milet Meirelles *
Maria Izabel
Mariana Marin *
Moreno Labirda *
Ualeson Santos *
Wruahy Mcmilliam
(os que tem * são da formação original)
Coreografia
Jairson Bispo
Preparação Corporal
Neguinho
Esteiras
Flávio Lopes
Elenco
AC Costa (Florindo)
Camila Mota (Clarice)
Camilo Fróes (Sílvio)
Carlos Matias (Criado)
Eddy Veríssimo (Esmeraldina)
Fernando Pessoa (Doutor)
Gil Novaes (Pantaleão)
Luiz Buranga (Briguela)
Nildo Ferreira (Carregador)
Roquildes Junior (Arlequim)
Simone Brault (Frederico /Beatriz)
substituições
Vinicío de Oliveira Oliveira (Criado, Sílvio)
Luiz Antônio Jr. (Criado, Pantaleão)
Thaís Alves / Camilla Sarno / Érica Ribeiro (Frederico /Beatriz)
Inácio D'eus (Pantaleão, Briguela)
Manuela Santiago (Clarice)
Luiz Buranga (Doutor)
Dailton José (Criado)
Jeferson Dantas (Carregador)
Israel Barretto (Florindo)
Projeto Gráfico
Camilo Fróes 
Ilustração
Rômulo Pacheco
Produção - estréia
Camilo Fróes 
Produção - atual
A Outra Companhia de Teatro
Realização
A Outra Companhia de Teatro
Teatro Vila Velha